+55 (81) 2103.2000 Portal Acadêmico | Atendimento Online | Ouvidoria| Setores

GRADUAÇÃO

DIREITO

O Bacharel em Direito é um profissional da área das Ciências Humanas e Sociais. Exerce atividades nas clássicas profissões de advogado, juiz, promotor, defensor público, delegado de polícia e procurador, dentre inúmeras outras. Campo de atuação: Atua nas áreas jurídica, administrativa e fiscal de instituições públicas e privadas.

  • Duração (mínima/máxima): 05 a 08 anos.
  • Situação legal: Autorizado pelo Decreto Federal nº 45.816, publicado em 16/04/59.
  • Reconhecido através do Decreto Federal nº 62.059, publicado em 05/01/68.
  • Renovação de Reconhecimento: Portaria n° 504, publicada em 16/09/16.
  • Regime Escolar: Seriado semestral. Turno: Manhã e Noite (1ª entrada) / Manhã e Noite (2ª entrada).

Qualidade e Tradição

DIFERENCIAIS

A existência de convênios celebrados com diversas instituições, entre as quais o Tribunal de Justiça do Estado de Pernambuco, Tribunal Regional Federal da 5ª Região, Defensorias Públicas, Ministério Público, Procon, Secretaria Executiva de Ressocialização do Estado de Pernambuco, Secretaria Estadual da Criança e do Adolescente, entre outras, possibilitando a realização de atividades de extensão e estágio dentro e fora da instituição e propiciando a prática jurídica real desde o sexto período do curso.

SOBRE O CURSO

Direito é o ramo das ciências sociais aplicadas que tem como objeto de estudo o conjunto de todas as normas que regulamentam as relações sociais, ou seja, são normas que disciplinam as relações entre os indivíduos, desses para com o Estado e do Estado para com seus cidadãos, por meio de regras que permitam solucionar conflitos.

A palavra Direito vem do latim directum, que também deu origem ao português "directo". Directum, por sua vez, era o particípio passado do verbo dirigere que significa "dirigir" ou "alinhar". Para outros autores, a palavra faz referência à deusa romana da justiça, Justitia, que segurava em suas mãos uma balança com fiel. Dizia-se que havia justiça quando o fiel estava absolutamente perpendicular em relação ao solo: de rectum.

 O termo "direito" foi introduzido com o sentido atual já na Idade Média, aproximadamente no século IV. Várias línguas modernas usam o mesmo radical para "aquilo que é certo" ou "correcto" e para o direito. Ao longo da História diversas formas de ver-se esta ciência (ou área de conhecimento) foram ora aceitas, depois abandonadas: o Direito já foi visto como algo de "inspiração divina", ou tendo como fonte a "natureza", sempre como algo que tende a realizar a Justiça através de regras e do elemento coercitivo imposto pelo Estado, que o diferencia das demais normas sociais (éticas, morais e religiosas).

A Associação Caruaruense de Ensino Superior, Asces-Unita, Mantenedora das Faculdades de Direito e Odontologia de Caruaru e da Faculdade do Agreste de Pernambuco, percebendo essa constante necessidade humana em conhecer as relações jurídicas trouxe para o interior do Norte/Nordeste o primeiro curso de direito e desde 1959 a Asces-Unita tem formado ilustres personalidades das Ciências Jurídicas.

O curso de Bacharelado em Direito da Asces-Unita foi autorizado pelo MEC através da portaria n° 45.816, publicada em 16/04/1959, e reconhecido através do Decreto Federal n° 62.059, publicado em 05/01/1968.

São oferecidas 330 vagas por ano, distribuídas em duas entradas:

1º semestre110 vagas (manhã)
120 vagas (noite)
2º semestre50 vagas (manhã)
50 vagas (noite)

A Asces-Unita possui excelente infra-estrutura, tendo climatizadas todas as salas de aula, com disponibilidade de uso de equipamentos audiovisuais, data-show, retroprojetor, entre outros. Além disso, oferece aos seus alunos, ambientes específicos para realização de pesquisas e práticas de extensão, tais como:

Biblioteca

A Biblioteca Professor Pinto Ferreira foi inaugurada por Tabosa de Almeida, em 11 de agosto de 1966, com o objetivo de atender a seus usuários de forma que facilitasse acesso e uso das informações disponíveis nos livros e periódicos.

Atualmente, são oferecidos os seguintes serviços:

- Consulta aos materiais do acervo (livros, jornais, revistas científicas e informacionais fitas de vídeo, cd-rom);
- Orientação à pesquisa no catálogo automatizado;
- Pesquisa on-line via internet;
- Empréstimo automatizado;
- Atualização do acervo;
- Alerta Bibliográfico;
- Reserva de livros para empréstimo;
- Acesso a redes de informação.

Núcleo de Pesquisa e Extensão - NPE

Através do Núcleo de Pesquisa e Extensão (NPE), desenvolvem-se atividades de iniciação científica, grupos de estudo e de monitoria e ainda se trabalha na organização de simpósios, fórum de debates e atividades de extensão universitária e de pesquisa junto à instituições públicas e privadas. Além do mais, realiza eventos que envolvam os estudantes e a comunidade em geral. O NPE atualmente supervisiona alguns grupos pesquisa e estudo e de extensão universitária como os projetos: “Adoção Jurídica do Cidadão Preso”, “Envelhecer no cárcere”, "Projeto Escola Legal”.

• Adoção Jurídica do Cidadão Preso
O Projeto visa oferecer apoio jurídico na perspectiva de garantir o direito de defesa dos desprovidos de condições de contratar advogado. O Projeto oferece acompanhamento e orientação para acusados nas varas criminais, elabora peças processuais diversas na área penal em atendimento aos acusados, bem como participa em audiências e defesas no tribunal do júri. O atendimento é oferecido a cidadãos apenados da Penitenciária Juiz Plácido Domingos, da CENIP e da FUNASE.

• Envelhecer no Cárcere
Ao levar com compromisso e responsabilidade social, a Faculdade Asces-Unita assume por missão oferecer à sociedade cidadãos conscientes de seu diferencial de atuação em ampla dimensão. Com esta orientação, é possível compreender a situação de vulnerabilidade natural de uma pessoa idosa agravada pela reclusão. Pagar por erros não é sinônimo de exclusão.
O Envelhecer no Cárcere realiza atividades lúdicas e educativas para a população carcerária da terceira idade que se encontra na Penitenciária Juiz Plácido de Souza (PJPS), em Caruaru. O objetivo é reacender o sentimento de cidadania, e incentivar a ressocialização, trabalhando com estes idosos as suas perspectivas em uma realidade diferente com a qual eles estão acostumados.

• Projeto Escola Legal
O Projeto é resultado da percepção, por parte do Estado, do elevado número de casos envolvendo crianças e adolescentes na disseminação da violência no ambiente escolar. Sua principal tática é a formação de comitês compostos por um representante dos professores, pais de alunos, conselho tutelar, gestor e um mediador, disponibilizado pelas instituições de ensino de direito, bem como, assistentes sociais e psicólogos.
Assim, sempre que um caso de violência ocorra dentro da escola ou chegue ao conhecimento da mesma, o comitê é acionado, para que ouça as partes e aplique as técnicas de mediação, na tentativa de resolver o conflito sem intervenção do Poder Judiciário ou da Polícia. Não havendo solução, o caso é levado à Câmara de Conciliação, Mediação e Arbitragem da Faculdade ASCES-UNITA, cujo resultado será homologado pelo juizado da Vara da infância e juventude.
Note-se que, a idéia central do projeto qual seja, resolução de conflitos por meio do diálogo no ambiente escolar, estende-se a outras temáticas que gerem os conflitos e, apoiado pela valiosa articulação junto ao judiciário, Ministério Público, Policias civil e militar, Secretarias de Educação estadual e municipal e conselho tutelar, tem alcançado significativos resultados na busca para um ambiente escolar saudável para nossas crianças e adolescentes.

Escritório de Práticas Jurídicas – EPJ

As principais atividades desenvolvidas no EPJ são:

Atendimento à comunidade: ensino da prática advocatícia auxiliada por profissionais orientadores, sendo nesse âmbito onde a comunidade pobre, na forma da lei, tem acesso à assessoria jurídica gratuita, dentro de limites compatíveis com o interesse didático-pedagógico do curso;

Atividades simuladas: realização de júris simulados e análise de autos findos, acompanhados pelos professores orientadores, em sala de aula e nos demais espaços pedagógicos da Faculdade;

Estágio externo: oferecido aos alunos regularmente matriculados, residentes em outras cidades, realizado sob a coordenação do Escritório de Prática Jurídica. O estágio externo é desenvolvido em fóruns e/ou entidades conveniadas, incluindo os escritórios de advocacia conveniados.

Horário de Funcionamento:
08:00 às 12:00h e das 14:00 às 18:00h

Fórum Universitário da Faculdade Asces-Unita
Instalado em 12 de junho de 2000, sendo o primeiro do interior do Estado, o Fórum Universitário Asces-Unita compreende mais de 1.600 metros quadrados, e funciona como sede dos juizados especiais cíveis e criminais de Caruaru. Através de convênio entre o Tribunal de Justiça de pernambucano e a Faculdade Asces-Unita, o órgão oferece diversos serviços para a comunidade, beneficiando também os universitários que estão inseridos em um ambiente de prática antes mesmo da conclusão da graduação. Até junho de 2015, tinham sido realizados 25.500 audiências e proferida 19.260 sentenças.
No local, funcionam os projetos: Juizado Especial Criminal (JECRIM), com a participação de mais de 80 alunos realizando estágio obrigatório e o Centro de Orientação e Apoio ao Consumidor (COAC), envolvendo mais de 20 estudantes de Direito, resultando em uma atuação acadêmica direta no Juizado Especial Cível.

Congressos de Direito
O pioneirismo da Faculdade Asces-Unita ultrapassa os limites da rotina acadêmica e se consagra em eventos de importância nacional. O tradicional Congresso de Direito reúne expoentes das Letras Jurídicas locais e do Brasil. Palestras, minicursos, workshops integram a vasta programação.

Intercâmbio
Conhecer novas culturas desfrutando da oportunidade de crescimento humano e profissional são objetivos do processo de intercâmbio oferecidos pela Faculdade Asces-Unita. O aluno pode cumprir um semestre letivo em universidades conveniadas. Discentes de Direito são a maioria dos intercambistas desde o ano de 2008.

Corpo Docente

Coordenador do Curso: M.a Marcela Proença
Co-coordenador(es): M.e Luís Felipe Andrade e M.e João Alfredo

 

VALOR DO SEMESTRE
(R$)
Nº DE PARCELAS MENSAIS  PARCELA MENSAL
(R$)
PARCELA MENSAL (R$)
Pagtº antecipado até o dia 25
desc. de 5%
PARCELA MENSAL (R$)
Pagtº antecipado
até o dia 15
desc. de 10%
PARCELA MENSAL (R$)
Pagtº antecipado até o dia 05
desc. de15%
R$ 8.611,32  06R$ 1.435,22R$ 1.363,46R$ 1.291,70R$  1.219,94

* Na matrícula do Curso de Direito incluir R$ 15,00 do Diretório Acadêmico

Formas de reajuste

De acordo com a Medida Provisória nº 1.890/99

Preencha o formulário ao lado para receber conteúdos dedicados ao curso de Direito!



Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support