+55 (81) 2103.2000 Portal Acadêmico | Atendimento Online | Ouvidoria| Setores

Apresentação

O Núcleo de Assuntos Internacionais é o núcleo de práticas do curso de Relações Internacionais, a serviço de toda comunidade acadêmica da Asces-Unita. O NAI proporciona o intercâmbio de alunos e professores com instituições de ensino estrangeiras. A mais importante iniciativa é o intercâmbio de 6 meses no exterior, no qual o estudante cursa um semestre acadêmico inteiro em uma universidade estrangeira conveniada para posterior aproveitamento dos créditos cursados integrando seu histórico escolar na Asces-Unita. O NAI também divulga vários eventos científicos e acadêmicos internacionais, e dá suporte técnico aos alunos e professores que desejam participar dos mesmos. Também capta bolsas e auxílios no exterior para a participação de professores e alunos em eventos, especialmente nos cursos de verão oferecidos em universidades europeias.

Convênios

Em julho de 2007, a Universidade de Valência, por via da Universidade Internacional de Gandía (um programa no qual várias entidades participam para oferecer cursos de verão) convida um membro da Asces-Unita para participar da edição daquele ano, com a concessão de uma bolsa composta por hospedagem, alimentação e taxa de matrícula nos cursos oferecidos. A instituição nomeia o professor Ademario Tavares para participar.

Os contatos estabelecidos se desdobraram, inicialmente, na vinda do professor  Dr. Francesc Dobon para uma rápida visita a Asces-Unita durante o mês de agosto de 2007, tendo inclusive proferido uma palestra para os estudantes da instituição sobre a reforma do ensino superior europeu e um encontro com os docentes da casa sobre a possibilidade de desenvolver projetos de pesquisa conjunta entre a UV e a Asces-Unita, bem como sobre estudos de doutorado.

Em junho de 2008 a UIG concede uma bolsa integral para a Asces-Unita, que se destina ao aluno Carlos Eduardo Pessoa, pelo fato de que desde 2007, durante a visita do prof. Francesc, o mesmo já havia protocolado requerimento formal para participar dos cursos de verão da Gandía. Após contato com o Dr. Joan del Alcázar, a UIG concede outra bolsa, parcial, de uma semana, ao professor Paulo Muniz para que, representando oficialmente a Asces-Unita, conheça o projeto e seus responsáveis pessoalmente.

A visita de prof. Paulo Muniz tem uma função específica e primordial: conversar com toda a equipe da UV sobre o nome da instituição (Associação). Este item foi, à época, o principal entrave ao desenvolvimento das relações de colaboração com a Asces-Unita. Cabe lembrar que no Brasil as faculdades só têm a possibilidade de estar legalmente operantes se vinculadas a uma pessoa jurídica que formalmente a mantenha e represente. No caso da Asces-Unita, uma associação civil sem fins lucrativos que não pertence a nenhuma família, nem a nenhum grupo empresarial ou financeiro (esta informação certamente contribuiu no contexto). Durante as conversas também foi lembrada brevemente da história/luta Dr. Tabosa. A visita surtiu fortes efeitos, e a partir de então o andamento do convênio acelerou-se.

Ao mesmo tempo, 8 alunos da instituição apresentam requerimento para disputar uma das 14 vagas oferecidas a alunos procedentes de países emergentes para participar na edição de 2008 dos cursos de verão. Tendo em vista o custo relativamente alto da passagem aérea não incluída na bolsa pleiteada, fica claro que despertou-se entre os discentes o interesse em conhecer mais de perto a Universidade de Valência por via da Universidade Internacional de Gandía. Nenhum destes alunos foi laureado com estas bolsas.

Em 2008 também ocorreu o atendimento de uma média de 3 alunos de todos os cursos da Asces-Unita por semana (aproximadamente 100 alunos durante todo ano de 2008) para informações sobre os programas de intercâmbio que a instituição promove junto a Universidades estrangeiras.

Quatro alunos viajaram com a assistência do NRI para realização de intercâmbio com a UCLM – Universidad de Castilla-La Mancha (Campus Toledo) (2 alunos de fisioterapia durante o 1° semestre, 2 alunos de direito no 2° semestre), com duração de 6 meses (1 semestre acadêmico), com aproveitamento dos créditos cursados no histórico escolar da Asces-Unita. Cabe ressaltar que no ano anterior (2007), já haviam sido enviados 5 alunos (2 de direito, 3 de fisioterapia) para a UCLM.

Foram dedicadas várias horas ao serviço de tutoria com o Núcleo de Relações Internacionais da Asces-Unita (NRI), sendo responsável pela divulgação do material enviado por universidades estrangeiras e o acolhimento e “Ciceroneamento” de vários convidados internacionais, entre eles:

- Prof. Dr. Francesc Hernández (UV) (2007);
- Comissão da Universidade do Missouri (EUA), por via do Rotary Club Caruaru;
- Prof. Benno Herzog (UV);
- Prof. Dr. Alioune Badara Fall (Universidade de Bordeaux)

Material de universidades estrangeiras divulgados:

- University of California, Davis (EUA): Orientation in USA Law; Structuring an International Joint Venture; International commercial Law Seminar;
- American University, Washington D. C. (EUA): 2009 Specialized Human Rights Program of the Academy on Human Rights and Humanitarian Law;
- University of Groningen (Holanda): Master of Laws Programs (Criminal Law and Criminology; European Law; International and Comparative Private Law; International Economic and Business Law; international Law and the Law of International Organizations);
- Ohio State University (EUA): Master of Laws Programs (Business Law; Dispute Resolution; Criminal law and Procedure; International Law; Intellectual Property and Information Law; Labor and Employment Law);

Durante o mês de agosto do mesmo ano (2008), a Asces-Unita recebeu o professor Dr. Benno Herzog, professor da UV para um período de instância curta em Caruaru, que ofereceu 2 cursos na área de análise do discurso aos alunos e professores da instituição. Suas apresentações foram amplamente elogiadas.

No final de novembro de 2008, os Profs. Paulo Muniz e Ademario Tavares visitam a Universidade de Valência, e detalham, juntamente com o Vice-Reitor de Relações Internacionais, Dr. Enrique Bigné, Dr. Vicente Andreu (Delegado do Reitor para Relações Internacionais), Dr. Joan del Alcázar e Dr. Francesc Hernández os últimos tópicos para a assinatura do convênio com a UV no sentido de promover colaboração acadêmica, técnica, científica e cultural para intercâmbio de professores, alunos, pesquisadores e o pessoal técnico, por via da realização de programas comuns de fomento ao conhecimento, de concessão de bolsas, de realização de eventos conjuntamente, etc.

Inicialmente, foi convidada a Profa. Belén (orientadora de Profa. Paulla Newton) como representante da UV para figurar no convênio (por parte da Asces-Unita, figura o prof. Ademario). Mas o Dr. Vicente Andreu, que decide que professor nomear, resolveu colocar o próprio nome como representante da UV, o que deu mais “peso político” ao mesmo. De qualquer forma, a profa. Belén foi extremamente simpática e atenciosa com a Asces-Unita no sentido de aceitar, em primeira instância, que ela fosse a responsável pelo convênio.

Este convênio está realizado, neste primeiro momento, no formato do "convênio marco" (convênio guarda-chuva) que a UV utiliza rotineiramente. Mas sem dúvida um dos mais marcantes momentos do ano foi a organização da viagem e recepção dos professores da Universitat de València (UV) que participaram dos 50 anos da Asces-Unita com a assinatura, em ato público, do convenio entre a Asces-Unita e a UV (Profs. Drs. Vicente Andreu, Delegado do Reitor da UV para Relações Internacionais e Joan del Alcázar Garrido, Diretor do Centre Internacional de Gandía/UV). Este convenio marco, assinado formalmente pela Asces-Unita pelo Diretor-Presidente, Prof. Paulo Muniz Lopes, tem caráter de acordo geral de colaboração cultural, educativa e científica entre a Asces-Unita e a Universitat de València . A cooperação entre as partes se concretizará através dos convênios específicos ou convênios que se firmem ao amparo deste convênio marco. Neles se especificarão os detalhes para sua execução. As atividades que se desenvolvam estarão organizadas com a colaboração do serviço, centro, departamento o instituto da Asces-Unita e da Universitat de València que corresponda em função do conteúdo de cada uma das atividades previstas. Para o desenvolvimento, aplicação e interpretação deste convênio se constituiu uma comissão mista formada por um representante da Asces-Unita (Prof. Ademario Tavares, como coordenador do Núcleo de Relações Internacionais)  e o  Vicerectorat d’Estudis y del Vicerectorat d'Investigació i Política Científica, sendo o responsável, do lado valenciano, o Prof. Dr. Vicente Andreu. O convênio entrou em vigor para todos efeitos estabelecidos desde o dia de sua assinatura (11/05/2009), para ambas partes, e terá vigência de um curso acadêmico, e se prorrogará automaticamente cada curso, se não houver denúncia expressa de qualquer das partes, que deverá ser comunicada por escrito com uma antecedência mínima de ao menos dois meses antes da finalização do curso acadêmico.

Para o estreitamento de laços com a UV, inicialmente a Asces-Unita oferta duas bolsas integrais (alimentação (café da manhã no hotel e demais refeições no restaurante universitário), hospedagem (no Vila Rica) e taxa de inscrição) para membros da Universidade de Valência participarem do congresso de Direito e dos congressos na área de saúde, já que estes eventos têm hoje projeção regional consolidada e representam um momento acadêmico importante para a instituição, tanto em termos quantitativos quando qualitativos. Caberia à Universidade de Valência definir os critérios de outorga das referidas bolsas.

Outro objetivo anteriormente fixado foi obtido, com a confirmação da ampliação de bolsas oferecidas pela UIG à Asces-Unita para a edição 2009 (2 bolsas fixas). Cabe à Asces-Unita definir os critérios de outorga das referidas bolsas.

Em 12 de maio realizou-se em João Pessoa, no prédio da Reitoria da UFPB, uma importantíssima reunião com representantes da UV, UFPB, UEPB, UFAL, UFCG, Unipê e Asces-Unita no qual se lançou a proposta (acatada por unanimidade) da criação de uma rede de universidades nordestinas e a UV para o desenvolvimento de tarefas acadêmicas comuns, em especial a criação de um Centro de Cultura/Estudos Brasileiros em Gandía, permanente.

Durante 2009 também ocorreu o processamento e envio da documentação da aluna Jullyana Almeida de Sousa (Fisioterapia) para realização de intercambio com a UCLM – Universidad de Castilla-La Mancha (Campus Toledo), com duração de 6 meses (1 semestre acadêmico); e o processamento e envio da documentação do aluno Wagner Ferreira Morais (Educação Física) para realização de intercambio com a UCLM – Universidad de Castilla-La Mancha (Campus Toledo), com duração de 6 meses (1 semestre acadêmico).

Para a Universitat de València (UV), o processamento e envio da documentação dos alunos Bruno Ewerton Soares de Sousa, Felipe José Salgueiro Figueredo, Monise Fernanda Jardim de Carvalho e Raquel Pereira Sales Souto (Direito) para realização de intercambio com a UV, com duração de 6 meses (1 semestre acadêmico);

Marcante também foi a organização e acompanhamento do envio de missão diplomática da Asces-Unita para os cursos de verão do Centre Internacional de Gandía/UV, realizado entre 13 e 24 de julho de 2009, na cidade de Gandía, Comunidade Valenciana, Espanha, com a participação de 5 membros da Asces-Unita: a profa. Marileide Oliveira, os professores Saulo Miranda e Adilson Ferraz; o aluno Ariano Tércio (sendo que todos estes 4 membros receberam bolsa integral de estadia e matrícula nos cursos), além da participação no ato inaugural oficial e atos iniciais de negociação do prof. Ademario Tavares. A comitiva da Asces-Unita foi a mais numerosa das instituições estrangeiras presentes ao evento. Ficou ali estabelecida também a participação da Asces-Unita, juntamente com outras instituições nordestinas (UFAL, UEPB, UFCG, UFPB, UNIPE e UFRN) na formação de um Centro de Estudos Brasileiros, com presença física tanto em solo valenciano como uma sede física no nordeste brasileiro, cujas primeiras ações estão confirmadas para o primeiro semestre de 2010.

A Asces-Unita também participou em reunião de representantes de várias universidades nordestinas com membros da Universidade de Valencia em João Pessoa, durante o dia 12/12/2009. Participantes da representação da Asces-Unita: Profa. Marileide Oliveira, Coordenadora Acadêmica, representando a instituição; Prof. Ademario Tavares, do NRI; Prof. Saulo Miranda, Coordenador Adjunto do Curso de Direito; Prof. Edmilson Maciel, Coordenador do Curso de Relações Internacionais e prof. Fernando Andrade, Coordenador da Pós-Graduação em Direito. Durante a mesma, confirmou-se que a Asces-Unita contará com 5 bolsas para participação nos Cursos de Verão 2010, em Gandia, Valencia, e que a coordenação de pós-graduação em direito da Asces-Unita promoveria, juntamente com o Institut de Desenvolupament Local (Instituto de Desenvolvimento Local) da Universidade de Valência módulo que seria realizado na Espanha em janeiro de 2011.

Uma nova reunião, realizada em 11/03/2010 em João Pessoa, na reitoria da UFPB, também contou com a presença do Prof. Ademario Tavares representando a Asces-Unita, quando a rede de IES nordestinas delineou as ações para o ano de 2010 e coordenou as atividades para o primeiro semestre.

Durante o ano de 2010 o NAI promoveu o envio de 4 alunos do curso de Direito para intercâmbio de 6 meses na Universitat de València e 2 alunos para intercâmbio na Universidad de Castilla-La Mancha (1 de Fisioterapia e 1 de Educação Física). Também foi realizado, pela primeira vez, processo seletivo para realização de intercâmbio com a participação de mais de 30 alunos concorrentes, em virtude da crescente demanda deste serviço. O processo foi demarcado pelas normas do edital 01/2010 do NAI.

No mês de julho de 2010 a Asces-Unita enviou a maior delegação brasileira para os cursos de verão da Universitat de València. Foram 5 docentes, incluindo o Presidente da instituição, prof. Paulo Muniz, um palestrante convidado (prof. Ademario Tavares), a Coordenadora Pedagógica da Asces-Unita (Profa. Conceição Valença), a Coordenadora do Curso de Biomedicina (Profa. Sibele Ribeiro) e a Coordenadora do Curso de Enfermagem (Profa. Valéria Gorayeb). Também participaram 3 discentes (1 do curso de enfermagem e 2 do curso de Direito). Nesta edição dos Cursos d’Estiu da Universitat de Valencia, fundou-se o Centro de Estudos Brasileiros (CEB), órgão adscrito à UV. A Asces-Unita é um dos membros fundadores do CEB.

Durante esta mesma viagem, os profs. Paulo Muniz e Ademario Tavares foram à cidade de León para firmar convênio de colaboração acadêmica, técnica e científica com a Universidad de León, que se tornou nossa 3° IES espanhola conveniada. A partir de 2011 serão enviados estudantes da Asces-Unita para o intercâmbio com a mesma.

No mês de agosto três docentes (Profs. Paulo Muniz, Alexandre Costa e Valquíria Bezerra), juntamente com 3 discentes apresentaram trabalhos acadêmicos na Argentina, em encontro promovido na cidade de Tucumán pela RUEF (Red Universitaria de Estúdios sobre la Fraternidad).

Durante o segundo semestre foram convalidados os créditos dos intercambistas que retornaram perante o CEPE, e estruturadas as atividades iniciadas em 2011.

Estudantes de qualquer curso de graduação da Asces-Unita podem participar do intercâmbio internacional. O procedimento para participação compreende 3 fases:

  1. Processo seletivo interno, que corre perante a Asces-Unita;
  2. Envio do requerimento à Universidade que acolherá o aluno e emissão da Carta de Aceitação;
  3. Obtenção de visto consular para intercâmbio acadêmico (visado para estudiante)

Cada um dos procedimentos podem ser resumidos da seguinte forma:

1. Processo seletivo interno, que corre perante a Asces-Unita

a) A cada ano, normalmente durante o mês de março, a Asces-Unita publica edital para abertura de processo seletivo para participação no intercâmbio internacional. O processo seletivo leva em conta 4 parâmetros:

a.1) Conhecimento de língua estrangeira. Uma empresa externa realiza as inscrições, aplica e corrige as provas da língua do país a que se destina o/a estudante. A prova tem uma parte escrita e uma parte oral. Sua nota final pesa 3 na fórmula que definirá os classificados para o intercâmbio.
O conhecimento comprovado de proficiência da língua por via da apresentação de um certificado oficial (DELE para o espanhol, TOEFL para o inglês, PLIDA, CILS ou CELI para o italiano, etc.), substitui a realização da prova.

a.2) Maior antiguidade no curso. Estudantes com mais tempo de curso têm maior pontuação no processo seletivo. Neste ponto, a cada semestre avançado no curso, o/a estudante contabiliza mais um ponto. Por exemplo, estudantes do 5° período têm 5 pontos. Do 7°, 7 pontos. Este item tem peso 2 na fórmula.

a.3) Melhor média geral. A média geral do estudante será computada na fórmula com peso 1. Em caso de empate, funciona o critério de apresentação de trabalhos em eventos ou publicação de artigos, bem como participação em grupos de pesquisa.

a.4) Não haver, no histórico escolar, registro de advertência ou suspensão. O comportamento inadequado, sancionado de acordo com o Regimento Interno da Asces-Unita automaticamente exclui o/a estudante do processo seletivo.

b) Após a realização da prova de língua estrangeira, o resultado é divulgado. Os classificados devem comparecer à sede do NAI para assinar termo de compromisso e interesse na vaga.

2. Envio do requerimento à Universidade que acolherá o aluno e emissão da Carta de Aceitação;

a) Analisa-se, junto ao coordenador de cada curso, que disciplinas o/a estudante deverá cumprir na universidade estrangeira. A proposta de equivalência é apreciada pelo CEPE (Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão) da Asces-Unita.

b) Se aprovada, a proposta é enviada à universidade de destino juntamente com formulário próprio de cada instituição. Na Universidade de Valência, enviam-se apenas os dados básicos dos estudantes, pois o formulário pré-preenchido é enviado pela ORI (Oficina de Relaciones Internacionales) da própria UV diretamente à/ao estudante.

c) A universidade estrangeira que acolherá o/a estudante envia Carta de Aceitação, documento fundamental para obtenção do visto consular.

3. Obtenção de visto consular para intercâmbio acadêmico (visado para estudiante)

a) De posse da Carta de Aceitação, o/a estudante deve se dirigir ao Consulado Honorário da Espanha em Recife para providenciar seu visto de estudante.

Juntamente com a Carta de Aceitação deverão ser apresentados os demais documentos exigidos pelas autoridades espanholas listados abaixo:

  1. Formulário de solicitação de visto de estudante devidamente preenchido e assinado pelo solicitante.
  2. Uma fotografia 3x4 recente, fundo branco com margem superior: mínima de 2 mm e máxima de 4mm.
  3. Passaporte com vigência mínima de 1 ano a partir da data de solicitação do visto (original + xerox)
  4. Carta de aceitação, em papel timbrado do centro de Estudos Oficial ou Privado (com endereço e telefones/fax do centro), legalmente reconhecido, para realizar estudos com mais de 15 horas letivas semanais.  IMPORTANTE: O texto da carta deve conter nome do estudante, curso a realizar com datas (dia, mês e ano) de inicio e final de curso.
  5. Comprovação de disponibilidade financeira equivalente a 1.000€ por mês de permanência (xerox autenticada) e se o estudante não dispõe de meios econômicos próprios e sua manutenção corre a cargo de um familiar :Compromisso público de manutenção (expedido por tabelião) acompanhado da última declaração do imposto de renda do declarante (familiar em questão) da escritura pública e um recibo pela aquisição de moeda estrangeira (euros/us dólares) por um valor total de 1.000 €, para os gastos iniciais de chegada, conforme dito na consulta via telefone.
  6. Seguro de saúde internacional (xerox autenticada) que entre os aspectos habituais de cobertura inclua também a repatriação em caso de falecimento. Entre em contato conosco para comprovar os valores de nossos seguros de saúde que tem as melhores relações de custo x beneficio do mercado.
  7. Certificado de estudos em curso no momento (último comprovante de matrícula da Asces-Unita) ou concluídos. (xerox autenticada).
  8. Pagamento da taxa de R$ 171,00 referente a tramitação do visto (valor sujeito a reajuste), mais R$ 23,00 de emolumentos consulares.

Todos brasileiros que pretendam estudar em uma instituição de ensino espanhola por um período maior que 90 dias (3 meses) precisam de um visto de estudante (como é o caso do Intercâmbio da Asces-Unita). Os parentes e amigos que pretendam visitar o país (ou quaisquer outros do território europeu) por um período menor que os 90 dias não precisam de visto, pois podem entrar como turistas, desde que comprovem que, ao entrar no país, possuem meios econômicos suficientes para toda sua estada e passagem de volta marcada.

Ao retornar para o Brasil, o/a estudante apresenta ao NAI os documentos referentes às suas notas e freqüência, sua participação em cursos, congressos, seminários, etc., para que se proceda à homologação dos créditos cursados e a incorporação dos mesmos ao seu histórico escolar.

DOCUMENTOS NECESARIOS 

Solamente necesitamos de una carta formal su Universidad de origen nombrándole intercambista, su expediente académico y el formulario de intercambio que se encuentra en esta pagina web con las disciplinas que pretende cursar (todos documentos pueden estar en el formato digital, enviados para el e-mail nai@asces.edu.br ).

CALENDARIO ACADEMICO Y FECHA DE MATRÍCULA

El calendario académico de Brasil es distinto del calendario europeo. Para nosotros, el verano es entre diciembre e febrero, y el invierno entre mayo y agosto. Las clases se imparten de la primera semana de febrero hasta la primera semana de junio (primer semestre) y de la primera semana de agosto a la primera semana de diciembre (segundo semestre). Es necesario que se diga, con antelación si el/la estudiante pretende cursar todo semestre académico (2011-2 o 2012-1) o solamente hará practicas por un limitado período (siempre se recomienda un semestre académico completo, incluso para fines de evaluación). Es la respuesta que más inmediatamente necesitamos.

La fecha máxima para la matricula de intercambio en el segundo semestre académico (2011-2) es 15 de julio, y para el primer período de 2012 (2012-1) es 15 de noviembre.

VISADO DE ESTUDIANTE

Se el/la estudiante pretende quedar más de 90 días en Brasil, deberá solicitar el visado de estudiante en el Consulado General de Brasil (hay en Madrid y Barcelona). Para ello, también tendrá que tener una carta de aceptación de Asces-Unita. Para que la podamos expedir, necesitamos de su nombre completo y el número de su pasaporte, que deberá tener al menos 6 meses de validez a partir de la fecha del regreso a España.

DERECHOS DEL INTERCAMBISTA 

Están garantizados al/a la estudiante los mismos derechos de nuestros intercambistas: exención total de pagos (incluso de tasas administrativas) y acceso a todos servicios universitarios. No podemos cubrir sus gastos con billete aéreo, alimentación y estada. Nos comprometemos también a esperarle en el aeropuerto (hay vuelos diarios directos a Recife, la capital de Pernambuco desde Madrid por Iberia y Lisboa por TAP (suele ser más barato)), y hacerle el traslado a Caruaru (más o menos 1h30 en coche).

ALOJAMIENTO Y ALIMENTACIÓN

No tenemos aún residencia universitaria; hay, sin embargo, un condominio de apartamentos que alberga a varios profesores de la Asces-Unita muy cercano (unos 400 metros, o 10 minutos de caminada) bastante económico y seguro, y que pertenece a la familia de un profesor nuestro. Tiene 1 habitación, 1 cocina y 1 baño, todo completo y amueblado (alimentación no incluida). Cuesta sobre unos 300 euros/mes por apartamento. Podemos contactar con los propietarios para hacer alguna reserva. Es una buena opción si el/la estudiante prefiere tener un espacio solamente suyo, sin embargo de que caben 2 personas (el problema es que hay que compartir la misma habitación, que tiene 2 camas).

Otra opción bastante común es compartir piso con otros estudiantes, que además de más barato, puede ser también más interesante desde el punto de vista de la inmersión cultural e integración social. Compartiendo, seguramente los gastos totales quedan sobre los 400 euros/mes (~=900 Reais (reales), la moneda de Brasil), en un sitio confortable y seguro. También podemos contactar con algunas personas de aquí para esta opción.

En el edificio central de la Asces-Unita hay un restaurante universitario que funciona de lunes a sábado de las 06:30 hasta las 22:30. Sirve refecciones completas y snacks. Acepta pago en efectivo, tarjeta de crédito o de débito.

MÁS INFORMACIÓN

Hay algunos sites que pueden interesar sobre Asces-Unita, la ciudad de Caruaru y el Estado (CCAA) de Pernambuco:

http://www.asces.edu.br/

http://www.caruaru.pe.gov.br/

http://www.maisab.com.br/

http://www2.pe.gov.br/web/portal-pe

Por favor contacte si es necesaria alguna información complementaria.

Un cordial saludo,

Ademario Andrade Tavares
Coordenador del Núcleo de Assuntos Internacionais
Asces-Unita

Quer saber mais sobre este setor?

Contato

Page Reader Press Enter to Read Page Content Out Loud Press Enter to Pause or Restart Reading Page Content Out Loud Press Enter to Stop Reading Page Content Out Loud Screen Reader Support